A pequena sereia e sua cauda artificial


Nadya Vessey nasceu com uma doença que comprometia o desenvolvimento de suas pernas, e aos sete anos teve de amputar uma delas... Aos 16 anos, a outra perna também foi amputada...
Após um garotinho perguntar o que houve com suas pernas, ela conta para ele que é uma sereia, e ele vai embora encantado com a resposta. Um tempo depois, Nadya escreve para os técnicos do estúdio Wetta Workshop, que foram os responsáveis pelos efeitos especiais do Senhor dos Anéis e Crônicas de Nárnia, e pergunta a eles se seria possível construir uma cauda pisciana para ela, para sua surpresa eles concordaram e construiram a prótese baseada em trajes de mergulho, utilizaram moldes plásticos e pintaram as escamas a mão, e o resultado final: um inédito mecanismo articulado que permite a propulsão do seu corpo e a faz ondular na água como as mitológicas sereias dos contos infantis...

Foto: Steve Unwin

Fonte: Stuff


2 Response to "A pequena sereia e sua cauda artificial"

  • Andréa Says:

    Excelente idéia prum problema efetivo. E ainda há quem diga que a pesquisa não deve ser aplicada... Prum não cientista vc contribui bastante aqui. Gostei tb!


  • L. Felipe A. Says:

    as vezes a aplicação se torna mais incrivel e elegante que as proprias fundamentações, como nesse caso, a mecanica, polimeros e etc...
    legal ver você por aqui..